Pesquisadora de criptografia Scytl para promover mulheres na engenharia no Workshop de criptografia para estudantes

A Pesquisadora de Criptografia da Scytl, Núria Costa, participará pela segunda vez da iniciativa “Una Enginyera a Cada Escola”, organizada pela Associação de Mulheres Pesquisadoras e Tecnológicas (AMIT, Associação de Mulheres Investigadoras e Tecnológicas) . O projeto começou no último ano acadêmico e é liderado por Paz Morillo, professor da Universidade Politécnica da Catalunha (UPC) e chefe de igualdade de gênero na Escola de Engenharia de Telecomunicações de Barcelona (ETSETB) da universidade.
A iniciativa é focada em crianças de 8 a 12 anos e tem como objetivo melhorar a visibilidade das mulheres tecnologistas e mudar a percepção de que os estudos tecnológicos são apenas para homens, e não para mulheres.
Cada engenheira envolvida no projeto – há 33 mulheres participando este ano – é designada para uma escola onde ela oferece um workshop de uma hora explicando o que um engenheiro faz, fala sobre sua experiência como engenheira, discute o que as crianças querem ser quando crescem e realiza uma atividade relacionada à sua carreira.
Núria Costa irá à Escola Pública da Sagrada Família, quando a situação permitir, introduzir criptografia para crianças da quarta e sexta série, ajudando-as a descriptografar mensagens secretas usando técnicas como as cifras Scytale ou Caesar e Vigenère.

« Volte

Este site utiliza cookies de sessão ou persistentes, próprios ou de terceiros, necessários para o desempenho do site ou com objetivos analíticos e estatísticos. Se você continuar navegando, entenderemos que você aceita as condições de uso.
Para obter mais informações, clique aqui.