Tecnologia para democracia eletrônica: Uma análise do ano de 2014 e as tendências para 2015

A tecnologia segura da Scytl está presente em 30% dos países que realizaram eleições em 2014 e define o rumo das tendências para uma tecnologia segura, transparente e acessível nas áreas eleitorais e de governança em 2015.

Barcelona – 16 de março de 2015 – Com países em todo o mundo abordando de maneira proativa as necessidades de modernização eleitoral e de governança, 2014 foi um ano de referência quando se trata da implementação de tecnologias inovadoras para eleições mais seguras, transparentes, acessíveis e eficientes por parte dos governos. O aproveitamento da tecnologia segura da Scytl por 30% dos países que tiveram eleições obrigatórias em 2014 foi essencial no apoio dessa mudança.

“Estamos extremamente orgulhosos em ver as soluções para democracia eletrônica da Scytl ajudando tanto organizações públicas quanto privadas em todo o mundo, impactando positivamente as vidas dos cidadãos ao oferecer maiores níveis de aceitabilidade dos processos eleitorais e de governança, e também dos resultados”, afirma Pere Valles, diretor executivo da Scytl.

Os destaques mais significativos da implementação de tecnologia eleitoral on-line inovadora, segura e escalável incluem:

  • União Europeia: o Scytl Election Night Reporting foi implementado com sucesso, publicando os resultados eleitorais para a maior eleição multinacional em todo o mundo.
  • Índia: o Scytl Online Voting foi usado com total segurança em uma das maiores eleições do mundo.
  • França: o Scytl Online Voting foi aproveitado não apenas em 3 ministérios (Educação, Relações Exteriores e do Interior), mas apoiou também a maior eleição com votação on-line do mundo.

A implementação da nova tecnologia coexiste em harmonia com um paradigma global presente em 2014 e que deve continuar em 2015. Em democracias emergentes, os cidadãos continuam demandando o direito de voto e protestando nas ruas; enquanto em democracias mais maduras, a participação do eleitor continua diminuindo em muitos casos.

Independentemente de país e status democrático, a viabilização de tecnologias especificamente eleitorais que sejam inovadoras e comprovadas deve levar a uma maior participação entre os eleitores e criar processos eleitorais mais transparentes e eficientes em todos os estágios da eleição: do financiamento eleitoral à votação on-line, até a consolidação de resultados e emissão de relatórios.

Perspectivas dos analistas – analistas e associações independentes em todo o mundo continuam se aprofundando nos benefícios que as tecnologias inovadoras de modernização eleitoral, votação on-line e governança eletrônica oferecem: Implementing End-to-End Verifiable Online Voting (Implementando a votação on-line totalmente verificável para eleições seguras, transparentes e à prova de falsificação, em tradução livre) da IDC, Delivering End-to-End Election Modernization Roadmaps (Entregando roteiros para a modernização eleitoral completa, em tradução livre) da IDC, Government Online Voting and Election Modernization Innovation and Leadership (Modernização, inovação e liderança em eleições e votação on-line para o governo, em tradução livre) da Frost & Sullivan, An End-to-End Election Modernization Platform (Uma plataforma completa de modernização eleitoral, em tradução livre) da Ovume Forrester Research.

Europa – as tendências apontam que, além de sistemas mais eficientes para a gestão eleitoral, está surgindo um grande interesse na implementação de canais on-line: votação on-line, plebiscitos on-line e registro on-line do eleitor. Além disso, a necessidade de maior envolvimento entre cidadãos e seus partidos políticos e governos parece ser atendida com um aumento na tecnologia de governança eletrônica. Países e governos auxiliados pela plataforma de democracia eletrônica da Scytl incluem a União Europeia (28 países e 24 idiomas), Noruega, Islândia, França e Suíça.

Ásia-Pacífico – o interesse e a necessidade de implementar canais on-line em uma região com uma parcela significativa de pessoas que vivem no exterior continua crescendo. A criação de eficiência por meio de canais on-line para registro do eleitor, votação e transmissão de resultados continua em alta, junto com um grande interesse em garantir iniciativas participativas por meio de projetos de consultoria on-line e democracia eletrônica.  Aproveitamentos importantes da tecnologia de votação on-line da Scytl já estão sendo concretizados na Índia, Austrália e Nova Zelândia.

África e Oriente Médio – os projetos de tecnologia eleitoral continuam se concentrando principalmente em registro biométrico do eleitor, canais on-line para ajudar a melhorar a participação, treinamento on-line mais eficiente e transmissão on-line dos resultados tanto no país quanto no exterior, tudo acompanhado de processos aprimorados de governança eletrônica para otimizar a interação parlamentar. Na região, os países que já usam com sucesso a tecnologia da Scytl incluem, Líbia, Etiópia, África do Sul e os Emirados Árabes Unidos entre outros.

América Latina – um foco sólido na transmissão eficiente e transparente dos resultados continua sendo o ponto mais importante na região, seguido por um grande interesse no aproveitamento dos canais on-line para a modernização eleitoral (votação on-line e votação eletrônica), além de tecnologia aprimorada de compromisso e participação do cidadão para uma nova democracia digital e plebiscitos on-line. O Peru segue como líder em modernização eleitoral, seguido pelo Brasil, que tira proveito da tecnologia de votação on-line da Scytl em mais de 25 eleições do setor privado.

América do Norte – as tendências da tecnologia eleitoral nos EUA incluem apoio crescente ao bipartidarismo para registro on-line do eleitor, a crescente implementação de centrais consolidadas de votação e votação preliminar, que exige pesquisa eletrônica e cédulas dinâmicas, assim como uma maior demanda por soluções seguras para a entrega de urnas eletrônicas. O Canadá continua aumentando seu investimento em tecnologia de votação on-line a fim de obter melhores níveis de segurança, acessibilidade e participação. O aproveitamento regional das soluções da Scytl inclui 20 municípios no Canadá e mais de 1.600 jurisdições em 37 estados dos EUA. Os dois países também estão em busca de processos para promover maiores níveis de compromisso e participação do cidadão com portais e consultas civis on-line.

 

Sobre a Scytl

A Scytl é líder global em soluções seguras para gestão eleitoral, votações eletrônicas e soluções de governação eletrônica. Especializada em tecnologias para modernização de eleições, a empresa oferece a primeira plataforma completa para gestão eleitoral e votações, de acordo com os mais altos padrões de segurança e transparência atualmente disponíveis. A Scytl dedicou mais de 18 anos de pesquisa para desenvolver uma tecnologia de segurança criptográfica específica para eleições, protegida por mais de 40 patentes e pedidos de patentes internacionais, conquistando a posição de empresa com o maior portfólio de patentes do setor.

As soluções da Scytl são utilizadas com sucesso em mais de 38 países em todo o mundo ao longo dos últimos 10 anos, incluindo Canadá, Estados Unidos (EUA), México, Equador, França, Noruega, Suíça, Bósnia e Herzegovina, Emirados Árabes Unidos, Índia, Islândia e Austrália. A sede da Scytl localiza-se em Barcelona, na Espanha, com escritórios estratégicos nos EUA, Canadá, Brasil, Peru e Grécia, e escritórios de campo no Reino Unido, Ucrânia, México, Malásia, Índia, Bangladesh e Austrália. Para obter mais informações, acesse www.scytl.com.

 

 

Contatos para mídia

Leticia Barcia

Senior Director Marketing Communications, Scytl

leticia.barcia@scytl.com

+34 (934) 230-324

 

Este site utiliza cookies de sessão ou persistentes, próprios ou de terceiros, necessários para o desempenho do site ou com objetivos analíticos e estatísticos. Se você continuar navegando, entenderemos que você aceita as condições de uso.
Para obter mais informações, clique aqui.