A Comissão Europeia concede à Scytl um novo projeto de pesquisa

A Comissão Europeia concedeu à Scytl um novo projeto de pesquisa no âmbito do Programa H2020. O projeto intitulado Co-Inform, tem como objetivo capacitar os cidadãos, jornalistas e agentes políticos através de uma solução sócio-técnica co-criada que aumenta a resiliência à informação errada (notícias falsas, pós-verdades, câmaras de eco) e gera comportamentos e políticas mais informadas.

A plataforma inteligente Co-Inform (aplicativo web, plug-in de navegador e aplicativo móvel) combinará ferramentas avançadas para análise de dados de grande porte (deteção de desinformação, previsão de fluxo e processamento em tempo real e a medição da aceitação ou recusa de desinformações pelo público) e apoia a criação de uma política informada (verificação de fatos). O Co-Inform será desenvolvido por um consórcio interdisciplinar de cientistas sociais (o Instituto Internacional de Análise de Sistemas Aplicados, a Universidade de Tecnologia do Chipre e a Universidade de Koblenz), jornalistas de verificação de fatos (FactCheckNI), cientistas informáticos (a Universidade Aberta do Reino Unido, Universidade Internacional Helênica e Universidade de Estocolmo) e programadores de software (Expert Systems Iberia e Scytl). O projeto também conta com o apoio de organizações internacionais importantes, como o Conselho da Europa, o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), a International Fact-Checking Network ou a Antirumours Global, entre outros.

« Volte

Este site utiliza cookies de sessão ou persistentes, próprios ou de terceiros, necessários para o desempenho do site ou com objetivos analíticos e estatísticos. Se você continuar navegando, entenderemos que você aceita as condições de uso.
Para obter mais informações, clique aqui.